Crenças limitantes: 3 convicções que estão te impedindo de crescer como gestor.

Entenda por que esses pensamentos irão implodir o seu sucesso.

Você provavelmente já ouviu falar sobre crenças, as famosas convicções que moldam a nossa forma de pensar, agir e nos relacionar com outras pessoas.

Elas são formadas desde a nossa infância e possuem grande impacto na nossa visão de mundo.

Ok, e as crenças limitantes?” São um tipo de crença que afeta diretamente a capacidade do indivíduo alcançar seus objetivos. Medo, ansiedade e insegurança são sentimentos muito relacionados a elas.

Agora, você já se perguntou quais são as crenças limitantes mais comuns entre os gestores de marketing?

Nós reunimos aqui as 3 principais que mais levam esses profissionais ao fracasso. Continue lendo para não ser controlado por elas!

1. Medo de mudanças

Sabe quando você encontra uma solução perfeita para determinado problema do seu negócio, mas, por ter dúvidas ou simplesmente por pura preguiça, você “deixa para depois” e não corre atrás para implementá-la?

Essa procrastinação é resultado do medo de mudanças. E a verdade nua e crua sobre isso é que esse pensamento te deixará estagnado até o fim de sua vida se você não fizer nada a respeito.

Muitas vezes a adoção de novas ferramentas e processos pode significar uma curva de aprendizado e adaptação, além de exigir investimentos financeiros. 

Mas quem está disposto a passar por isso alcançará os resultados que deseja. E se você ficar sentado com medo de agir, não será nada além de um espectador da realização das outras pessoas.

Vá com medo mesmo, mas saia da sua zona de conforto pelo seu bem, pelo bem da sua empresa e pelo bem das pessoas lideradas por você!

2. Equilíbrio entre padrão e personalização não existe.

A crença de que isso não é possível leva muitas empresas a extremos: sem nenhum processo estruturado ou sem flexibilidade nenhuma.

Pare para pensar, empresas de marketing que decidem fazer tudo igual ou tudo personalizado não apenas frustram os seus clientes, mas também sobrecarregam seus funcionários com dias maçantes, afinal, o resultado nunca é 100% efetivo e o esforço, é enorme.

Se não houver um processo operacional definido, tudo vira um caos. Mas se não houver flexibilidade para sair da caixa e traçar estratégias inovadoras, a mesmice se tornará rotina.

Para que essa crença limitante seja convertida em uma crença positiva, lembre-se que:

“A padronização traz produtividade e a personalização traz valor agregado.”

Ambas são essenciais para o sucesso do seu negócio. E ambas precisam coexistir dentro de toda operação.

3. Quantidade é qualidade

Acreditar que realizar mais tarefas significa necessariamente obter melhores resultados é um erro grotesco que infelizmente acomete muitos gestores.

Imagine esse cenário: Seu time está desenvolvendo uma campanha urgente. O prazo para que tudo comece a rodar é muito curto e seus superiores estão de olho no desempenho desta ação. Seu time tem duas opções:

  1. Desenvolver 20 anúncios, feitos muito rápido para entregar a demanda em uma quantidade maior.
  2. Desenvolver 6 anúncios, cada um estruturado segundo os objetivos da campanha, pensando no resultado final e no tempo de entrega.

O que você acha que trará resultados mais expressivos?

Entenda: a qualidade está mais relacionada à excelência e ao resultado do que à quantidade. É melhor fazer menos, com mais qualidade, do que fazer muito do que será inútil.

O que você pode fazer é tornar os seus processos mais ágeis para, então, produzir mais, com qualidade, num tempo mais curto. Isso é o que muitas empresas fazem através de estratégias como a integração de sistemas.

Como vencer essas crenças limitantes?

Caso você tenha notado que alguma dessas crenças está presente em você, não se preocupe! Veja uma das formas mais eficientes de lidar com as crenças limitantes:

  1. Identificar a crença
  2. Escolher mudar sua mentalidade
  3. Trabalhar diariamente nisso

Ou seja… 

Crenças limitantes podem ser uma verdadeira areia movediça, te limitando e impedindo que você saia do lugar. Porém, quando identificadas e trabalhadas, essas crenças se tornam apenas mais um desafio que você venceu.

Se você deseja se tornar um gestor que de fato traz resultados para a sua empresa, estar em constante movimento, análise e atualização é essencial.

Gostou desse tipo de conteúdo por aqui? Então nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de tudo o que acontece por lá! É só clicar na imagem abaixo!

Rebeca Costa

Rebeca é copywriter e acredita que as palavras (em suas mais diversas formas, combinações e estruturas) têm o incrível poder de criar conexões.
Compartilhe