CRM: o que é, tipos, 5 benefícios, integração e muito +

Descubra tudo o que você precisa saber sobre CRM. Tipos, benefícios e como a integração desse software com o seu setor de marketing pode ajudar a melhorar o relacionamento da sua empresa com o seu cliente.

Que a tecnologia só avança você já sabe, mas de uns anos para cá essas mudanças vêm ocorrendo numa proporção inimaginável. Esse avanço afeta principalmente empresas que prestam serviços ou tem algum produto específico para comercialização, justamente porque os consumidores dessas empresas exigem que a cada dia mais elas se modernizem.

O relacionamento com o consumidor evoluiu tão rápido quanto as transformações digitais. Foi extremamente importante considerar a experiência do cliente na etapa de compra, assim,  ter uma estratégia bem definida, um processo funcional e claro, a tecnologia como parceira e facilitadora dessa gestão.

Fato é que a necessidade começa a ser percebida também pelos próprios colaboradores. Muitos deles veem a necessidade de modernizar a comunicação inclusive entre os setores, por exemplo, o setor de vendas com o uso do CRM e o do marketing com outro CRM baseado na estratégia Inbound Marketing, visando alavancar as vendas.

Nesse artigo você descobre o que é CRM,  os tipos e quais as vantagens que sua empresa conquistar ao implementá-lo. Você também entenderá o que é Inbound marketing e qual a importância da integração entre ambos os CRMs (comercial e de marketing) para potencializar as estratégias no crescimento da sua empresa. 

O que é um CRM?

A sigla “CRM” significa “Customer Relationship Management”, que pode ser traduzida como Gestão de Relacionamento com o Cliente. O CRM se trata de um sistema que propõe uma gestão 360º, tendo como centro o consumidor. A experiência do cliente na atualidade conta tanto quanto o produto, por essa razão, o CRM entra como uma forma de proporcionar os melhores atendimentos ao público e facilitar a jornada de compra, tornando-o mais satisfatório para o consumidor e a empresa.

As empresas que adquirem plataformas de CRM são consideradas inovadoras. É justamente porque, através dessa tecnologia, elas adquirem um conhecimento estratégico, e centralizado, sobre o seu cliente. Esse relacionamento permite o conhecimento dos costumes, gostos, e a partir disso pensar as melhores soluções para fidelizar esses clientes, sejam eles da área comercial, marketing, atendimento ou qualquer outro setor.

Mesmo que o CRM seja um grande facilitador para o seu fluxo de trabalho, se sua empresa não pensa no principal — o cliente, de nada adianta.  Identificar maneiras de atendê-los melhor e de forma assertiva é essencial nesse processo.

E como o CRM vai te ajudar a vender mais?

Quando o assunto é vender mais, toda análise de negócio busca entender os seguintes pontos-chave: quantas oportunidades de vendas são geradas semanalmente, quais dessas oportunidades são efetivamente convertidas, e outras dores. Para isso é necessário ter acesso a um relatório geral da operação.  

Essas informações vão ser disponibilizadas para você por meio do CRM. Com dados concretos, fica mais fácil entender quais as dores do seu cliente e pensar estratégias para solucioná-las.

E você, sabe quais os tipos de CRM?

Existem diversos tipos de CRM, mas nesse artigo vamos destacar 4 principais:

CRM Operacional: é um sistema no qual ficam armazenadas as informações coletadas do cliente, como contato, interesses, e os próprios feedbacks dos clientes da empresa.

CRM Analítico: esse tipo de CRM tem a função de analisar os dados dos clientes com o propósito de identificar possíveis oportunidades de venda.

CRM Colaborativo: feito para o controle em equipe dos dados dos clientes, que juntos vão pôr em prática os conhecimentos que obtiveram após contato com o cliente ou a partir dos dados.

CRM Estratégico: aqui são traçadas as metas do processo de vendas e criado um processo estratégico para realização dessas vendas, também com base nos dados analisados no CRM colaborativo.

E ainda, há duas formas de armazenar seu CRM, local ou em nuvem.

O primeiro é mantido em um servidor físico, e necessariamente precisa da manutenção da equipe de TI interna, instalando software na máquina de quem irá utilizar o sistema.

Já o que fica na nuvem, como o nome sugere, é online, podendo ser gerenciado remotamente pelo time de especialistas de integração. Só será preciso acessar a página de login da plataforma, de qualquer lugar e em qualquer momento.

Identificar qual é a melhor forma para você acessar o CRM e para qual função você deve utilizá-lo é essencial para escolher qual deles inserir em sua rotina empresarial.

Agora que você já entende o que é o CRM e os tipos de armazenamento, confira 5 benefícios de implementar esse software na sua empresa:

1º Centralização de informações

Se a desorganização vem prejudicando o dia a dia da sua empresa, o CRM vai ser a sua solução. Essa ferramenta vai centralizar as informações sobre o seu cliente em um único local, assim qualquer membro da sua equipe, seja gestor ou vendedor, pode acessar esses dados e conhecer mais sobre as especificidades do consumidor.

Esses dados ainda podem estar disponíveis na nuvem, sem a necessidade que você instale o CRM na sua máquina.

2º Identificação das melhores oportunidades

Com o CRM você também consegue segmentar quais são os seus clientes, em qual jornada de compra ele está, e pensar estratégias mais assertivas para prospectá-los, tudo isso a partir dos dados coletados pela plataforma. 

Fica mais fácil identificar qual consumidor faz sentido para o seu negócio e qual deve ser o canal de vendas para se comunicar com ele para ter resultados mais claros.

4º Interações estratégicas

Você com certeza já ouviu falar sobre a integração dos seus sistemas, inclusive temos diversos conteúdos aqui no blog sobre esse assunto, mas o CRM ainda pode ser integrado com outras plataformas de atendimento ao cliente, como chats e o próprio WhatsApp. O contato com o cliente fica mais fácil e ágil.

5º Fidelização do cliente

Essa é uma das maiores dores dos clientes que não tem um CRM, eles sentem muita dificuldade em fidelizar o cliente justamente porque não sabem estratégias para manter esse consumidor. Muitas empresas não entendem mas, fidelizar um cliente hoje é mais importante do que conquistar um novo. 

Se alguém já comprou o seu produto e teve uma boa experiência com isso, é mais fácil convencê-lo a comprar novamente com as informações disponíveis no seu sistema. Por exemplo, você sabe quais os maiores interesses desse cliente, então entende qual oferta será mais assertiva na campanha de recompra, oferecendo promoções, upgrades, entre outros.

Inbound Marketing: você sabe o que é?

O Inbound também pode ser chamado de marketing de atração. Este é um conjunto de estratégias cujo objetivo é fazer com que o cliente procure pela empresa (e não o contrário).

São pensadas ações para atrair o cliente em potencial, seja para o seu site, landing pages, blog ou redes sociais, e após ele ser atraído, é implementado um fluxo de relacionamento com esse visitante.

Por isso, devem ser pensado conteúdos estratégicos e segmentados para o cliente ideal que você deseja atingir, focando em 4 fases básicas que buscam direcionar o relacionamento da marca com o cliente, são elas: 

  1. Atração:  o visitante é atraído pelo seu conteúdo
  2. Conversão: o visitante se interessou pelo seu conteúdo e preencheu um cadastro para fornecimento de dados, se tornando seu lead.
  3. Venda: aqui a sua empresa conversa com o lead cadastrado para fazer o processo de venda do seu produto ou serviço
  4. Monitoramento: aqui o lead se tornou seu cliente e você começa o pós-venda, pensando estratégias para nutrir e monitorar aquele cliente.

Todas as informações coletadas são armazenadas no CRM usado para o Inbound. Esse processo serve de estudo para o setor de marketing da sua empresa, afinal, com os comportamentos dos seus clientes coletados, é possível criar um caminho mais assertivo para aperfeiçoar as ações.

E, para que esses resultados sejam ainda melhores, é interessante compartilhar as informações com o CRM de vendas para auxiliar também o trabalho do time comercial. 

CRM de Vendas e Inbound: integração com um objetivo em comum

Como você deve ter notado, tanto o CRM usado para o Inbound Marketing quanto o CRM de vendas possuem objetivos em comum: atrair visitantes, convertê-los em clientes e por fim mantê-los consumidores da sua marca.

E para que ambos os sistemas operem em sintonia é fundamental promover a integração desses setores. Continue lendo para entender quais as 5 principais razões para integrar o CRM de Vendas com o de Marketing.

1. Comunicação integrada

Um dos grandes desafios das empresas é manter os setores em comunicação para o trabalho funcionar em conjunto. Com  integração do CRM de Vendas com o de Marketing, você consegue fazer com que suas equipes conversem. Ambos utilizam os cadastros vindos do Inbound para melhorar sua comunicação com os clientes, tanto para follow-up quanto relacionamento.

Assim como também o marketing pode obter informações precisas de quem de fato tem o contato direto com o cliente. Ambos os setores colaboram, tendo como foco o crescimento da sua empresa

2. Fim da desorganização de informações

Com a integração do seu CRM de vendas e o de marketing você consegue controlar todos os dados e cadastros em um único local, assim, não há duplicidade de informações e você sabe com exatidão de onde veio o seu cliente, em qual fase do funil ele está, etc.

A equipe de marketing consegue encaminhar campanhas específicas para esses clientes, conforme suas necessidades, assim como os vendedores entendem melhor a jornada do consumidor e atendem ele com mais assertividade.

3. Melhor ROI 

Com a integração melhorando os processos da sua empresa, sejam eles internos ou externos, gastando pouco (visto que o processo de integração com a FiqOn, por exemplo, tem um dos melhores preços do mercado) consequentemente ela indica melhorias no faturamento, ou seja, no ROI.

O Retorno do Investimento é uma das métricas que estima os lucros da sua empresa. Ela é obtida por meio da seguinte fórmula: 

ROI = [(ganho obtido — valor do investimento inicial) / valor do investimento inicial] x 100.

4. Automação de processos

A integração dos dois sistemas permite a automação de processos, o que pode trazer uma série de benefícios. Com a automação, é possível criar fluxos de trabalho automatizados que permitem o envio automático de informações relevantes entre os departamentos de vendas e marketing. 

Por exemplo, quando um lead qualificado pelo marketing é transferido para a equipe de vendas, essa informação pode ser automaticamente enviada para o CRM de Vendas, permitindo que os vendedores tenham acesso imediato a todos os dados relevantes sobre o lead. 

Isso economiza tempo e reduz erros causados por transferências manuais de informações.

5. Melhor alinhamento de estratégias

A integração dos CRM de Vendas e Marketing promove um melhor alinhamento das estratégias de ambas as equipes. Ao compartilhar dados e informações, as equipes de vendas e marketing podem ter uma visão mais abrangente do processo de vendas e tomar decisões mais informadas. 

O marketing pode analisar as informações sobre as vendas realizadas e ajustar suas campanhas e mensagens de acordo. 

Da mesma forma, a equipe de vendas pode fornecer feedback sobre a qualidade dos leads gerados pelo marketing, ajudando a otimizar as estratégias de geração de leads. 

Você nunca deve ter pensado isso mas…

Com integração você consegue ter a retroalimentação do CRM do time comercial para o CRM do time marketing. 

Imagine a seguinte situação: um lead se inscreveu em uma campanha de marketing e foi inserido no CRM de vendas, porém esse lead não tem perfil nenhum de compra, a sua empresa não consegue resolver o problema dele.

O time comercial identificou esse lead e o negou. Se não existisse uma retroalimentação do CRM de Vendas para o de marketing essa informação nunca retornaria, o comercial ia dar perdido, e o marketing não saberia e continuaria mandando esse tipo de lead sem qualidade.

Viu só como a integração pode te ajudar? Se você decidiu que é hora de integrar pode contar com a ajuda da FiqOn, uma plataforma de integração de sistemas que descomplica esse processo. 

Para falar com um de nossos consultores você pode clicar no botão abaixo. Nossos consultores vão te ajudar a obter, com agilidade, a sua integração.

Gostou desse conteúdo? Se você deseja se aprofundar ainda mais nesse assunto, pode ler o nosso material “07 dicas para melhorar o relacionamento com o seu cliente”.

Bárbara Lopes

Bárbara atua como redatora há 3 anos, e vê na comunicação uma excelente ferramenta de transformação (seja a comunicação escrita, verbal e em códigos com as mais diversas linguagens da programação).
Compartilhe